01

Trabalhe o seu negócio online por conta própria: um guia sobre marketing digital!

Quando falamos em marketing digital uma coisa é incontestável: todos nós sonhamos em conseguir mais visitas no site e nas redes sociais sem ter que pagar caro por isso.

E, assim como atrair o seu público-alvo é o ponto de partida de toda estratégia de marketing, muitas pessoas lançam mão dos anúncios pagos, conhecidos comumente no universo do marketing como links patrocinados a fim de obter resultados positivos praticamente de maneira instantânea.

Entretanto, se assim como muitas outras pessoas você não dispõe de um fundo de investimento para trabalhar seu negócio nas principais plataformas da Internet, não precisa se preocupar e achar que está tudo perdido. Afinal, como o título deste artigo explicita vamos ajudar você a trabalhar o seu negócio online por conta própria, sem ter que pôr a mão no bolso!

Mas afinal, por onde você pode começar as suas estratégias de marketing digital?

Para os mais leigos no assunto, trabalhar o seu negócio online nas redes sociais é sinônimo de fazer algumas postagens no Instagram ou Facebook, por exemplo, e torcer para que as pessoas curtam e interajam com você. Mas, infelizmente, se você já fez esta ação sabe que as coisas não funcionam bem assim, não é mesmo?!

Portanto, chegamos neste momento a pergunta chave que muitas pessoas se fazem: como posso aumentar o tráfego no meu site e nas minhas redes sociais sem pagar, a princípio, pelos serviços de especialistas em marketing digital?

Todas as respostas para os seus anseios e as soluções para aumentar os acessos espontâneos ao seu site e redes sociais tem um nome que será mágico para os seus ouvidos e negócios a partir de agora: apresento a você o nosso tão querido marketing orgânico!

Marketing Orgânico: o que é isso?

Não. O Marketing Orgânico não se trata de produzir conteúdos sobre coleta seletiva, gestão de resíduos orgânicos e conteúdos sobre reciclagem de lixos, apesar do seu pensamento fazer um pouco de sentido é verdade.

Chamamos de Marketing Orgânico o conjunto de estratégias que visam facilitar as conversões de visitas em leads (clientes), aumentar o tráfego em seu site e redes sociais e ainda de quebra proporcionar o crescimento da sua marca de maneira natural, ou seja, de forma orgânica!

Portanto, quando utilizamos o termo “orgânico” no marketing digital estamos nos referindo a todo resultado conquistado sem o investimento de dinheiro, mas com muito investimento de tempo e criatividade, afinal, é preciso produzir conteúdos originais que abram um canal de comunicação verdadeiramente eficaz com os seus potenciais clientes/consumidores.

Afinal, se você não sabia, fique sabendo agora e tenha isso sempre em mente: o conteúdo é o rei de toda estratégia de marketing digital, pois é a partir dele que você irá interagir e transparecer a mensagem da sua marca e a proposta do seu serviço/produto de forma apropriada para o seu público-alvo!

Como aumentar o tráfego orgânico com Marketing de Conteúdo?

Estratégia que foca, sobretudo, no engajamento com o público-alvo e crescimento da rede de clientes por meio da criação, publicação e promoção de conteúdos relevantes, o Marketing de Conteúdo pode ser feito por meio de quaisquer canais online: blog, redes sociais, e-mail marketing, etc.

Entretanto, mais do que apenas compreender a definição desta estratégia de marketing digital, é preciso entender que a produção de conteúdos consiste, basicamente, em informar os seus seguidores para fazer com que futuramente eles não somente respeitem a sua marca como também a utilizem como referência no momento de tomar uma decisão de compra.

Intrínseca ao Inbound Marketing (conjunto de estratégias que visam atrair e converter clientes por meio da Internet), o Marketing de Conteúdo ainda é uma estratégia relativamente nova. Entretanto, suas aplicações já eram utilizadas antes mesmo da era digital.

Sim, as estratégias de produção de conteúdo também existem no mundo offline por meio das revistas, jornais e até mesmo da televisão, cumprindo exatamente o propósito do conceito acima citado: educar o público, ganhar autoridade no assunto e influenciar a decisão de compra!

Mas então como potencializar o tráfego orgânico por meio da produção de conteúdos?

Existem muitas formas de conseguir este tipo de tráfego, porém, todas as estratégias apontam para um pilar central: a produção de conteúdos de qualidade, que sejam originais e que capazes de sanar as dúvidas do seu público-alvo!

Os pilares essenciais para criar um conteúdo de respeito

1 – Entenda a sua persona
De nada adianta criar um conteúdo super completo e original sobre viagens luxuosas se a sua persona previamente estudada e definida não possui poder aquisitivo para tal. Afinal, para o marketing de conteúdo ser eficiente deve ser feito com base nos interesses daqueles que você pretende atingir.

Pense bem: imagine que você quer vender um pacote de viagem para Dubai.

Você não concorda que o conteúdo que engaja empresários bem sucedidos não se parece em nada com o que é considerado relevante para um grupo de estagiários?

É um exemplo bobo, mas que serve como base para lhe mostrar que os valores são diferentes, as necessidades são diferentes e o poder aquisitivo diferente e que, portanto, o seu conteúdo deve ter foco na sua persona SEMPRE!

2- Delimitação dos temas
Tudo bem que você gosta de escrever sobre cachorrinhos fofinhos, mas se este não é o segmento com o qual a sua empresa atua, deixe para produzir conteúdos sobre este tema em seus momentos de lazer!

Agora que você estudou o perfil do seu cliente e descobriu o que ele procura, chegou o momento de definir o que será tratado em cada um dos conteúdos, seja ele uma foto, um vídeo, um artigo, um podcast…xxx

Criar conteúdos a esmo, sem um tema definido e um foco não farão com que você consiga se conectar diretamente com a sua audiência, abrindo, desta forma, espaço para que a sua concorrência saia na frente!

E aqui chegamos em outro ponto: olhar o que as empresas concorrentes estão fazendo e produzindo não é um crime. Porém, evite ao máximo produzir conteúdos exatamente iguais aos dos seus adversários, pois é a originalidade dos seus conteúdos que tornaram a sua marca única e capaz de se comunicar bem com o público!

3- Qual o seu objetivo?  Foque nele! Pare agora mesmo de postar conteúdos nas redes sociais e blogs somente por postar. Qualquer conteúdo que você publica na página do seu negócio precisa ter ligação com um objetivo específico. Seja para aumentar o alcance da sua marca, conquistar mais seguidores, gerar autoridade, aumentar o engajamento ou aumentar as vendas, todo o post, vídeo, artigo, etc., tem de ser produzido com foco nas prioridades do seu negócio!

4- Crie uma Headline (título) que chame atenção!
O modo como você irá estruturar o título do seu conteúdo é realmente importante. Porém, mais do que uma headline legal, você irá precisar de uma headline que realmente chame atenção, para que assim o seu público tenha interesse em consumir aquele conteúdo até o final.

Em alguns canais como email, por exemplo, esse pilar é ainda mais importante. Pois, quando enviamos um email a única coisa que aparecerá é a headline, neste caso o título do seu email, e se ele não for interessante o suficiente, as chances de alguém clicar no seu conteúdo serão mínimas.

Com as redes sociais o mesmo irá acontecer, pois, não criar uma headline de respeito faz com que o seu conteúdo chame menos atenção e, consequentemente, passe despercebido no feed!

5- Escolha os seus canais de comunicação
Você tem as suas mídias sociais favoritas e o seu público-alvo também tem! Portanto, antes de sair criando perfis como louco em todas as redes sociais, busque saber em qual ou em quais plataformas as suas personas estão concentradas.

Como você vai saber isso? Pesquisa, pesquisa e mais pesquisa sobre a sua persona!

A melhor plataforma para o seu negócio é onde quer que a sua persona esteja!

Portanto, compreenda: se o seu público usa muito o Instagram, mas não tem o hábito de acessar o Youtube, é no Instagram que você deve focar os seus esforços.

É importante que você esteja atento a este ponto para fazer o seu marketing digital bombar!

02

Funil de vendas: o que é e como você pode desenvolver o seu?

Conceito primordial para estratégias de Inbound Marketing, o Funil de Vendas (ou pipeline) é um modelo estratégico que representa a jornada do cliente desde o primeiro contato com a sua empresa até a efetiva concretização da venda. Ou seja, o funil de vendas representa o caminho que o cliente faz até fechar a compra!

Mas afinal de contas, como funciona este funil de vendas?

A decisão de compra por parte dos consumidores é um processo que ocorre por etapas. Imagine só: você não entra num site de uma empresa que desconhece e compra o primeiro produto que aparece na sua tela sem antes buscar mais informações sobre ele e ter total certeza de que a empresa é confiável certo? 

Por este motivo que dizemos que antes da concretização da compra passamos por uma série de etapas que incluem o primeiro contato, a pesquisa sobre o item em questão (pense só na importância do marketing de conteúdo neste ponto), a compra, a recomendação de outros clientes, etc. 

E, portanto, podemos definir os clientes em nível de maturidade quanto à etapa em que se encontram quanto a decisão de compra, dividindo-os em “patamares” de um funil de vendas. 

Ainda está meio abstrato? Sem problemas. Vamos detalhar cada uma das etapas que você vai aplicar no seu funil de vendas!

AS TRÊS ETAPAS DO FUNIL DE VENDAS

  • Topo do funil –  Descoberta e Aprendizado
  • Meio do funil – Problemas e Soluções
  • Fundo do funil – Decisão de compra

Topo do funil - Descoberta e Aprendizado

O topo do funil é a etapa da consciência. Ou seja, é o momento onde o seu potencial cliente – até então indiferente a sua empresa  – cria uma relação de interesse e necessidade com o seu produto ou serviço.

Mas como criar esta relação? Simples: este é o momento em que você se põe como especialista e fornece conteúdos que ajudem o seu visitante a diagnosticar o problema e conhecer o seu produto afundo. 

Esta talvez seja a etapa mais importante do funil de vendas de qualquer estratégia de Marketing Digital, afinal, ainda estamos lidando aqui com visitantes e é preciso transformá-los em leads!

Meio do funil - Problemas e Soluções

Você já forneceu bastante conteúdo sobre o seu produto/serviço e o visitante admitiu que realmente tem uma demanda e o seu papel a partir de agora é apresentar dicas que possam ajudá-lo a solucionar os seus problemas.

Nesta etapa, estamos lidando definitivamente com leads que não sabem como resolver seu problema e estão considerando várias soluções, inclusive da compra de um serviço com a sua empresa ou uma concorrente.

Por isso, este é o momento de transparecer sinceridade: deixe bem claro que seu objetivo é ajudá-lo e não somente vender a ele; ofereça outras alternativas para além da compra; enfim, estabelece uma relação de confiança e quando o lead estiver seguro passaremos para a próxima etapa!

Fundo do funil - Decisão de compra

Por fim, no Fundo do funil temos todos os leads que passaram pelo processo de educação e que estão prontos para a compra. Portanto, estamos lidando aqui com MQLs (Marketing Qualified Leads) – aqueles clientes que sabem que tem um problema que não  irão conseguir resolver sozinhos e precisam contratar um serviço.

Então, é neste momento que você vai dar um empurrãozinho e mostrar a este potencial cliente que você é o parceiro certo!

Após avaliar e realizar algumas comparações com outras empresas, este cliente vai escolher a melhor alternativa e fechará o funil de vendas, realizando a sua compra!

03

É hora de pôr a mão na massa… OPS, no mouse!

Agora que você já é quase um Stephen Hawking do Marketing Digital Orgânico e do Marketing de Conteúdo, chegou o momento de saber como colocar todo este conhecimento em prática! Arregaçe as mangas, pegue o seu café e vamos para a luta! Você entendeu os pilares do marketing de conteúdo, entendeu a importância do tráfego orgânico para o seu negócio, mas você sabe por onde deve começar? A resposta é óbvia: criando os seus canais nas mídias sociais, pois, obviamente, será neste local que os seus clientes descobriram que você existe. Mas vamos deixar uma coisa bem clara aqui; Você não irá conquistar meio milhão de seguidores do dia para a noite e nem daqui a um mês.  Todas as grandes empresas e influenciadores começaram do zero e nas primeiras semanas pode ter certeza que apenas as suas mães comentavam e interagiam com as suas postagens, mas isso não fez com que eles entrassem em desespero e jogassem tudo para o ar! Para contextualizar este primeiro momento da sua jornada em busca de tráfego orgânico vamos utilizar uma frase bem clichê dita por Augusto Cury: “Nunca desista de seus sonhos!”.  O Marketing Digital Orgânico é um jogo de paciência e, principalmente, persistência! Tenha em mente que o seu concorrente não nasceu sabendo fazer marketing e que a probabilidade dos seus primeiros conteúdos postados nas mídias sociais terem sido um verdadeiro fiasco é quase certa! Portanto, pense pelo lado positivo: o seu concorrente não teve a sua disposição um conteúdo completo com dicas e frases motivacionais para iniciar a sua jornada, você sim está tendo!  Sem mais delongas, vamos de uma vez por todas as dicas de ouro que temos para te dar se você deseja crescer o seu negócio na Internet e, principalmente nas mídias sociais!

1- CULTIVE PARA FLORECER!

Para ser bom em alguma coisa você não precisa nascer com o dom. Treino e perseverança podem ser dois grandes fatores para que você comece a criar conteúdos e estratégias verdadeira eficazes para o marketing orgânico do seu negócio. Um chef de cozinha não nasceu sabendo fazer aquela macarronada gourmet. Ele precisou fazer várias tentativas e várias receitas para chegar a perfeição.

E com você será exatamente a mesma coisa. Portanto, não espere que as ideias venham a sua mente no momento em que você abrir o seu computador. 

Produza, erre, refaça e persista, afinal, a prática é a melhor forma de evoluirmos. Quer uma prova disso? Experimente assistir aos primeiros vídeos ou ler os primeiros artigos daquela pessoa que você tanto admira na Internet. Vai lá que eu estou te esperando aqui!

2- SAIBA LIDAR COM AS CRÍTICAS

Você não é uma Oprah Winfrey em frente às câmeras e realmente isto não faz a menor diferença, pois até ela recebeu e continua a receber críticas pelos seus trabalhos.

Ninguém nasce sabendo falar em frente às câmeras e muito menos nasce escrevendo artigos dignos de um prêmio nobel e aqueles que alcançaram esta sabedoria trabalharam muito para isso e receberam muitas críticas durante seu aprendizado. 

Portanto, não queremos te desanimar neste ponto, mas obviamente você será alvo de críticas por parte de algumas pessoas e está tudo bem. Pense: a pessoa que fez a crítica pelo menos assistiu ao seu vídeo e consumiu o conteúdo que você produziu! 

3- CONSTRUA UMA IDENTIDADE PARA SEU O NEGÓCIO!
Se você tem um negócio próprio posso apostar que você já criou a sua logomarca certo? Este é, de fato, o primeiro passo para dar seguimento na construção da identidade visual do seu empreendimento, mas o que estamos tratando aqui vai muito além do seu logo decorado.  Construir uma identidade organizacional abrange elementos típicos como missão, visão e valores, afinal, são estes elementos que irão tornar a sua empresa diferente das outras e fazer com que os consumidores se identifiquem com a sua marca. Por isso, é preciso garantir que a identidade corporativa represente a essência do seu negócio e seja perfeitamente comunicada ao público-alvo!

4- USE E ABUSE DOS LINKS INTERNOS E DAS PLAVRAS CHAVES.

Se você quiser gerar tráfego orgânico consistente, algumas técnicas de SEO (Search Engine Optimization) serão indispensáveis, afinal, a otimização para usuários de busca é um dos aspectos do marketing de conteúdo que funcionam de forma mais eficiente. 

E se você tem um site ou blog, há de concordar comigo que atrair visitantes sem precisar pagar por links patrocinados é uma baita vitória. E, neste sentido, os links internos e as palavras-chave são os melhores amigos de qualquer marketeiro!

Mais do que palavras destacadas, os links internos são essenciais para a distribuição de autoridade entre as páginas do seu site e para oferecer uma navegação mais simples aos usuários. 

Em básico, uma estratégia bem definida de linkagem interna é capaz de alavancar a sua página para os buscadores do Google e ainda manter o visitante por muito mais tempo no seu site/blog. 

Mas e as palavras-chave? Também chamadas de keyword, as palavras-chave são o pilar de toda e qualquer estratégia de SEO, afinal, elas são os termos que as pessoas utilizam para realizar pesquisas nos buscadores e sua necessidade, portanto, é bastante clara: é a partir da utilização desta palavras que os usuários irão encontrar o seu conteúdo!

5- UTILIZE FERRAMENTAS GRATUITAS A SEU FAVOR!

Posso apostar que você deve estar meio em pânico após a última dica não é mesmo? Mas calma! Para a sorte de todos nós é totalmente possível desenvolver excelentes estratégias de marketing digital para o seu negócio com ajuda de algumas ferramentas gratuitas extremamente úteis!

Seja para alavancar as suas vendas, definir palavras-chave ou para mensurar resultados, confira 5 dicas de ferramentas gratuitas que são queridinhas de todos os profissionais de marketing:

  • Google Analytics: ferramenta gratuita disponibilizada pelo Google, com ela é possível monitorar o seu site e saber, por exemplo, quantas pessoas compraram ou tiveram interesses nos seus produtos, quantas pessoas acessaram o seu site por meio das redes sociais, etc. 
  • Traffic Travis: amada por todos os profissionais focados em estratégias de SEO, esta ferramenta mostra como é possível fazer com que o seu site chegue ao topo das buscas orgânicas do Google.
  • Mailchimp: esta é uma excelente ferramenta de disparo de e-mails marketing e a opção mais completa para quem envia um número baixo de e-mails, afinal, ela oferece um serviço gratuito de 12 mil mensagens.
  • Google Trends: outra ferramentas do Google, este sistema gratuito é ideal para encontrar quais palavras-chave são mais buscadas pelos usuários. Com isso é possível montar toda uma estratégia para conseguir mais visualizações nos seus conteúdos.
  • Linktree: este serviço ainda é pouco conhecido, mas vem ganhando destaque por sua inovação. Afinal, esta ferramenta agrupa todos os links que você desejar num um único local, sendo extremamente útil para o Instagram onde os links não são muito bem aceitos!

6- FIQUE LIGADO NAS TENDÊNCIAS DAS REDES SOCIAIS.

Será que o Facebook realmente é coisa do passado e as lives são a mais nova tendência para as redes sociais? 

As mídias sociais são altamente mutáveis e o que hoje é amado pelos usuários ativos, amanhã pode não ser mais!

Pensando sob este prisma, acompanhar as inovações e recursos que aparecem constantemente nas redes sociais é essencial para criar conteúdos com grande potencial de alcance. Afinal, mais do que apenas estar presente nas plataformas, é preciso oferecer conteúdos atrativos explorando recursos e ferramentas em alta.

7- FRACIONE E APROVEITE AO MÁXIMO OS CONTEÚDOS JÁ PRODUZIDOS.

Multiplicar o seu conteúdo para postar nas redes sociais é uma maneira consistente de entregar valor a sua audiência, que por sua vez, está sempre à espera de novidades. A multiplicação de conteúdo é algo muito simples de fazer e otimiza o seu tempo na produção de conteúdos. 

Mas como você pode fazer isso? Através de um ebook ou mesmo de um artigo que você já  postou ou irá postar no seu site/blog é possível criar posts variados. Ou seja, a lógica é ramificar e multiplicar conteúdos de qualidade para postar na sua rede social. 

 

Não ficou claro? Se liga nesse esquema que montamos para você! E veja como um simples artigo pode ser transformado num roteiro de vídeo para o Youtube e num determinado número de post a depender do tamanho do seu texto:
03

Ainda está meio confuso? Que tal criarmos uma rotina para as suas postagens assim como acontece em muitas agências de Marketing Digital?

Como você pode produzir em UMA SEMANA?
*OLHA SÓ:

Primeiro passo: Defina o que será tratado no seu artigo fazendo o uso de palavras-chave relacionadas ao seu mercado. Você pode pesquisar através de ferramentas gratuitas como o Keyword Planner, Keyword Tool (ideal para encontrar palavras-chave “long tail”) e o Google Trends que te mostram o que o seu público anda pesquisando nos grandes buscadores. Segundo passo: Desenvolva seu artigo tendo sempre em mente estratégias de marketing digital como os links internos, a repetição (não exagerada) de palavras-chave e a divisão do seus textos em subtítulos e tópicos para uma melhor legibilidade para o seu público-leitor.  Esta subdivisão do artigo também lhe ajudará a definir os temas que podem ser trabalhados nos seus posts para redes sociais.  Por exemplo: Imagine que você produziu um artigo sobre Educação Financeira e que neste conteúdo você explica o que é a educação financeira (1) , qual a sua importância (2)  e como aplicá-la no seu dia a dia (3); Somente aí você já tem 3 posts para publicação nas suas redes sociais e você ainda pode linkar todos estes posts ao seu artigo, gerando mais tráfego para o seu site! Terceiro passo: Desenvolva os posts que serão publicados nas mídias sociais que você utiliza, sejam elas o Instagram, Facebook, Linkedin, Youtube, etc., e nunca se esqueça: é importante adequar a linguagem, extensividade do texto e demais aspectos a cada plataforma.  Mas aqui está a pergunta que não quer calar: Como você pode trabalhar cada uma dessas mídias sociais? Será que existe uma regra?

Marketing nas Redes Sociais: como trabalhar cada plataforma?

É inegável que as redes sociais atingiram um patamar imensurável perante a nossa sociedade. Seja através do celular, do computador ou do tablet, bilhões de pessoas acessam diariamente estas plataformas de comunicação para trocar e receber informações, experiências, vivências, etc. E em mundo cada vez mais conectado às redes sociais são uma realidade que não deve ser ignorada.  Para a imagem empresarial, por exemplo, é necessário o extremo cuidado na hora de postar conteúdos nas mais diversas mídias sociais. Portanto, vejamos como você pode trabalhar cada uma das mídias sociais mais utilizadas no mundo todo:

FACEBOOK

Ainda que em iminente probabilidade de extinção, o Facebook ainda é muito utilizado e, por isso, é uma das principais escolhas para o mundo corporativo. No entanto, é preciso ter cuidado na hora de usar a plataforma, afinal, textos muito extensos podem não gerar a interação almejada!

 

Por se tratar de uma rede voltada para interação social, é importante valorizar a publicação de conteúdos que gerem mais engajamento entre as pessoas, destacando conteúdos que possam estimular os usuários a compartilharem uns com os outros e comentarem. Portanto, nesta rede social vale incitar as pessoas a participarem e interagirem na página.  Outra coisa muito legal no Facebook são os links que são muito bem aceitos nas legendas dos posts, sendo imprescindíveis para gerar mais tráfego nos websites e demais redes sociais que a sua empresa gerencia!

INSTAGRAM

Rede baseada em imagens e pequenos vídeos, o Instagram veio para mostrar que as lives são a mais nova tendência do universo das redes sociais. 

Apresentando um índice de engajamento bem elevado, o Instagram é hoje a plataforma com maior número de usuários ativos e, portanto, indispensável para o seu negócio crescer no mundo online. 

 

Nesta plataforma, o menos é mais quando pensamos em conteúdos escritos. Por isso, uma dica para ter um bom desempenho nessa rede é estudar em que parte do funil os seus seguidores se encontram sem apelar, a princípio, para postagem de fotos dos seus produtos ou serviços prestados. Abusar de promoções, sorteios e enquetes é outra dica de ouro para esta rede social, afinal, são estas ações que costumam chamar a atenção dos usuários, além é claro das famosas hashtags capazes de alavancar o alcance das suas publicações! Outra dica muito legal, mas que somente se aplica para perfis com mais de 10 mil seguidores é a inserção de links nos stories com aquele famoso “arraste para cima” que leva seus seguidores direto para a página que você deseja do seu site, blog e de onde você quiser! Diferente do Facebook, o Instagram não aceita muito bem os links agregados em legendas, mas com certeza você já ouviu falar em “link na BIO” certo? Através da ferramenta gratuita Linktree é fácil resolver os seus problemas com a inserção de links, afinal, esta ferramenta permite que você agrupe todo e qualquer link em um só lugar!

LINKEDIN

Por ser uma rede corporativa, nada mais natural do que o público do Linkedin buscar por conteúdos mais sérios relacionados a negócios e notícias. Por isso, nesta rede são muito bem aceitos conteúdos escritos mais extensos!

 

Ideal para fazer B2B (business to business), o Linkedin é o local certo se você busca empresas para serem parceiras das suas, se você busca a prospecção de novos negócios ou mesmo se você busca divulgar o seu trabalho para outras empresas.  E, nunca, em hipótese alguma, use o Linkedin para realizar promoções, sorteios ou publicar conteúdos que não tenham haver com o mercado de negócios! Portanto, nesta rede você apostar em posts com conteúdos mais sérios!
YOUTUBE Indo muito além de uma simples mídia social, o Youtube é hoje uma plataforma de grande relevância para os buscadores do Google e para alavancar a sua marca. Hoje, o Google já enxerga o youtube como uma forma de busca e, por isso, refletir muito bem na hora de construir suas headlines, ou seja, seus títulos é essencial. Afinal, é preciso que você pense como as pessoas buscariam aquele determinado assunto para chegar no seu link.
Ademais, as meta descriptions dos seus vídeos também devem ser foco da sua atenção. Por isso, desenvolvê-las com cuidado utilizando tags, palavras-chave e os links para o seu site, redes sociais, um artigo, um podcast… enfim, qualquer coisa que você deseja gerar mais tráfego é importante e nunca deve ser posto de lado ou feito de qualquer jeito! Mas como você pode criar sua estratégia de vendas no Youtube? Aposte na regularidade para fazer o seu canal crescer, integre seus canais complementando, por exemplo, o conteúdo de um vídeo com um post mais longo e realizando a estratégia de remarketing através de redes sociais como o Facebook e Instagram.

Seu negócio deslanchou no online?
Aposte em outras táticas do Marketing Digital!

Adiantando um pouco a fita, agora que você já pôs em prática todas as dicas que te demos ao longo deste e-book com certeza notou resultados positivos para o seu negócio, estou certo? Agora que você já é referência no mercado em que atua e já tem uma boa lista de clientes fidelizados e, portanto, uma carteira para investimento, você pode apostar em outras estratégias eficazes do Marketing Digital para crescer ainda mais o seu negócio online. Quer saber quais são? Olha só:

Identidade Visual

a Identidade Visual é onipresente em todos os canais que sua empresa utiliza (redes sociais, website, logotipo, vídeos, etc.) e funciona como a marca de nascença da sua empresa, tendo a sua importância para construir a credibilidade e reputação do seu negócio. Por isso, prefira sempre uma Identidade Visual que converse diretamente com a filosofia e objetivos da sua empresa! E ao procurar inovar sua marca você pode sempre contar com profissionais especializados no assunto que serão capazes de desenvolver um passo a passo para criar uma identidade visual sólida! ?
Saiba mais...

Branding

Qual a verdade da sua marca? Por que ela se diferencia das outras? No Branding Digital trabalha-se especificamente o relacionamento entre clientes e a marca, a fim de cuidar que a gestão da sua marca seja coerente as suas expectativas, conexão e sentimentos das pessoas. Ou seja, o Branding visa aumentar o valor da sua marca levantando uma identificação positiva do público-alvo capaz de influenciar na decisão de compra.Afinal, envolver-se com o seu público é uma tarefa primordial para crescer sua marca!
Saiba mais..

3D

Já pensou em ter artes animadas 3D para divulgar o seu negócio de forma inovadora e divertida? A animação gráfica é muito buscada nos trabalhos de marketing digital institucional, afinal, estudos comprovam que a grande maioria dos usuários da internet preferem se informar por meio de vídeos, afinal é muito mais prático. Mas como você vai usar isso a seu favor? Certamente as animações são ideais para explicarem processos e mostrarem as vantagens do seu produto ou serviço através de um conteúdo de rápido consumo e valor de compreensão! .
Saiba mais...

Sites

SOs websites são multi-funcionais e versáteis, afinal, é através deles que futuros clientes irão buscar dados, conteúdos produzidos por você, galerias, informações sobre a equipe e até realizar uma compra de forma digital. Entretanto, mais do que apenas lançar seu site por que lhe falaram que você tinha que fazer, é preciso que você tenha um propósito, afinal, ninguém abre uma loja só por abrir, não é? A relação é a mesma com os websites!
Saiba mais...

Links Patrocinados

Agora que já não estamos mais tratando especificamente do Marketing Orgânico, você pode sem dúvidas apostar nos links patrocinados, afinal, eles inegavelmente são uma excelente opção para ter as suas páginas nos primeiros resultados do Google. Só para ilustrar essa importância, imagine que você quer comprar um sapato social e pesquisa por este modelo nos buscadores e no dia seguinte aparecem propagandas de lojas de sapatos no seu feed.Isso são os links patrocinados em funcionamento! .
Saiba mais..

Redes Sociais

As redes sociais fazem parte da vida de todo mundo e usá-las profissionalmente gera uma maior proximidade com seu público e atraí possíveis consumidores. Obviamente, você já cuida das suas mídias sociais, mas se este não é o seu ponto forte como marketeiro, você pode terceirizar essa função com agências de marketing que planejaram toda ação de mídia social: desde a criação e gerenciamento, até a revisão e postagem.
Saiba mais...

SEO

o marketing digital não vive sem esta ferramenta fundamental, afinal, o SEO é um conjunto de técnicas que visam aumentar de forma eficaz os acessos do seu site, colocando a sua marca sempre em destaque nos resultados orgânicos dos mecanismos de busca. Esta ferramenta, apesar de ser facilmente compreendida, é difícil de ser posta em prática em sua totalidade, por isso, pode ser interessante lançar mão de profissionais capacitados com amplo conhecimento no assunto!
Saiba mais...

Fotos

Por analogia as fotografias entregam veracidade e confiança e utilizar fotos profissionais e autorais, acima de tudo, permite criar uma conexão mental e emocional com a sua audiência, de forma mais rápida!
Saiba mais..